Destra Fiel

“Os Novos Evangélicos” e “uma Nova Reforma” diz a Revista Época!

Pencil


Não é de hoje que às Organizações Globo procuram algo para falar contra os evangélicos em geral, não importa qual seja a denominação. Devemos analisar friamente qualquer conteúdo sobre Evangélicos que venha da dita organização, é certo que eles não estão satisfeitos com o crescimento da Igreja no Brasil, por isso de todos os jeitos e de muitas maneiras, tentaram corromper a fé no Brasil.

No ano de 2002 é de conhecimento da maioria, que as empresas Globo investiram em mídia pesada contra a Igreja Renascer, qual o motivo? A Rede Globo havia perdido uma concessão de TV aberta no estado do Espírito Santo justamente para Igreja Renascer. Recentemente com a matéria intitulada “Caos Universal e Autorizado” o jornal O Globo promoveu diversos ataques ao Dia da Decisão promovido pela Igreja Universal.

Está semana a capa da Revista Época trás como titulo “Os Novos Evangélicos” e diz que a Igreja no Brasil está precisando de uma Nova Reforma, chega a ser ridículo comparar o que está acontecendo hoje no Brasil, com o que fez Martinho Lutero à Igreja Católica Apostólica Romana. Nossa intenção não é dizer que a Igreja no Brasil é perfeita, mas certamente não estamos no caminho da Igreja Católica. Hoje as pessoas estão generalizando tudo, semelhantes a Elias no dia em que pensou estar sozinho em Israel, Deus o alertou dizendo que existiam 7 mil que não haviam se prostrado e adorado à Baal. Igualmente existe no Brasil muito servos e servas de Deus que andam pelo caminho que a Bíblia ensina.

É certo que existem muitas denominações e algumas até divergentes, porém a grande maioria ainda prima pela Palavra de Deus, e a matéria da Revista colocou todas denominações em um saco e disse que precisaríamos de uma Nova Reforma! O que a tal Revista entende de Reforma?

É importante lembrar que na matéria, não se fala sobre as maiores denominações no Brasil, como Assembleia de Deus, Deus é Amor, Quadrangular e Batista. A Matéria entrevista alguns líderes evangélicos de pequenos grupos que ‘filosofando’ muito, procuraram enfatizar sobre a necessidade de haver uma mudança de paradigmas no meio protestante. Um dos entrevistados é Ricardo Gondim pastor da Assembléia de Deus Betesda (não filiada à CGADB) simpatizante da Teologia Relacional ou Teísmo Aberto, que afirma entre outras coisas que Deus é apenas um observador da história, ou seja, mais um ser inserido no tempo ao invés de Senhor e mantenedor de tudo que existe.

“Dividir para enfraquecer”

Na reportagem também há sugestões de alguns “líderes” sobre reuniões em casa ao invés de nos templos, afirmando serem as reuniões em casa mais bíblicas do que a dos templos. É importante ressaltar que nem o próprio Jesus Cristo substitui as reuniões do Templo, facilitaríamos as coisas para nosso inimigo com reuniões somente em casas. Em Atos 5.42 diz-nos a Bíblia: "E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus Cristo."

Não podemos generalizar nada no meio Evangélico, muito menos utilizar a opinião de pequenos grupos para refletir a opinião de mais de 40 milhões de cristãos que vivem no Brasil.

A sutileza da revista pode passar despercebida para muitos, mas não por todos.

Não REVISTA ÉPOCA, Não precisamos de uma Nova Reforma Protestante!

Fonte: Gospel Prime

3 comentários

Moisés Nazareno disse...

Olá! É Certo que o evangelicalismo atual está precisando de uma reforma, mas de que tipo de reforma a revista fala? Precisamos de uma reforma no sentido de atender, com a renda que a igreja arrecada, uma parte consideravel de pobres que fazem parte dela...e por ai....Espero ler melhor esta materia, a da revista, para entender melhor.
Lindo post!

Abraços

Maurício disse...

Acho que o que falta é jejum e oração.
Nossa luta não é contra homens mas contra principados e potestades. Nisso algumas pessoas(não igrejas) precisam de uma reforma, independente de denominações.

Christiane disse...

Mauricio, gostaria que a luta de vocês fossem sim contra homens, contra os homens que humilham, escravisam e exploram o povo de Deus. Veja bem, informa o post acima que trata-se de 40 milhoes de cristãos. Imagine se estes de fato fizessem uma "luta contra os homens que cometem injustiças"? Certamente estariam fazendo a vontade de Deus, ao promover o Reino de Deus na Terra. Jejum e oração é importante, mas é pouco.. dizer que a luta é contra principados e potestades é muito cômodo para quem quer viver alheio aos problemas terrenos, àqueles que nao precisa de nenhum dom especial para enxergar, estão a saltar os olhos no nosso cotidiano. Vejo sim, que a Igreja Evangélica esta cometendo grandes erros já cometidos pela Igreja Católica, principalmente no que diz respeito da garantia à qualquer preço de estar com Deus em seu Reino. E esquecem da necessidade de vivermos em harmonia no mundo que habitamos, que Deus nos deu para cuidar e sermos felizes. Porém vejo apenas pregações no sentido de levar os fiéis a nao se preocupar com o mundo em que vivem, já que o Reino de Deus está próximo. Bela forma de manter as coisas como estão e 40 milhões calados, anestesiados.

faça seu comentário

Você pode deixar seu comentário!
Mas, por favor:
» Seja legal, não escreva em CAIXA ALTA;
» Comente sobre o tema da postagem;
» Ofensas, ameaças e xingamentos não são permitidos.