Destra Fiel

Um novo homem

Pencil

Estudos - Um novo homem - MundoCristão
*imagem: stelko.com.br

Ezequiel 36:26-29
26 E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne.
27 E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis.
28 E habitareis na terra que eu dei a vossos pais e vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus.
29 E livrar-vos-ei de todas as vossas imundícias; e chamarei o trigo, e o multiplicarei, e não trarei fome sobre vós.

Baseado nessa mensagem, aqui encontramos o primeiro passo para a conquista de uma renovação espiritual: Um novo coração. Esse novo coração será flexível ao ensino cristão, isto é, mais fácil de educar, ao contrário de um “coração de pedra”, pois nele há a presença de um espírito humano que passou e passa pela transformação de seus impulsos e desejos.

É justamente esse, o segundo passo: A vontade humana, ou seja, a vida interior humana, sendo invalidada e governada pela vontade de Deus, que representa uma nova atitude do espírito, capacitando o indivíduo a andar nos estatutos de Deus e guardar seus juízos a fim de ter uma vida transformada para o Senhor Deus, em Nome de Jesus.

João 13:34-38
34 Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.
35 Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.
36 ¶ Disse-lhe Simão Pedro: Senhor, para onde vais? Jesus lhe respondeu: Para onde eu vou não podes agora seguir-me, mas depois me seguirás.
37 Disse-lhe Pedro: Por que não posso seguir-te agora? Por ti darei a minha vida.
38 Respondeu-lhe Jesus: Tu darás a tua vida por mim? Na verdade, na verdade te digo que não cantará o galo enquanto não me tiveres negado três vezes.

Observamos nesse texto, que Jesus retornou o mesmo tema de João 13:13-17, todavia agora expressa a necessidade de um novo mandamento: “que vos ameis uns aos outros”. Essa palavra “novo” é devido o homem cristão passar a apresentar um novo padrão de vida, inspirado no amor de Jesus, o amor zeloso e altruísta que os cristão devem demonstrar uns pelos outros, testemunhando ao mundo que são verdadeiramente discípulos.

Percebemos que nos versos 36-38, Pedro perdeu o ponto principal da declaração de Jesus, pois ficou preocupado com a partida do Mestre, isto é, havia em Pedro um sentimento de não aceitar a vida sem a presença física de Jesus, daí a razão porque o mesmo afirmou que morreria por Jesus.

2 Coríntios 5:17-21
17 Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.
18 E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação;
19 Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação.
20 De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus.
21 Aquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.

O apóstolo Paulo, ao escrever esta Segunda Epístola aos Coríntios, usou a seguinte expressão: ”se alguém está em Cristo, nova criatura é”, querendo dizer que o homem foi transformado, passando a ser um novo homem, onde sua vida será contada a partir da data que houve a aceitação de Jesus como seu Salvador, esquecendo-se de tudo que foi feito de ruim em sua vida e passando a olhar para a frente mirando o alvo que é o Senhor Jesus.

Em Atos 17:30, diz que Deus não leva em conta a nossa “ignorância”, porém notifica aos homens que se arrependam.

comente primeiro!

Você pode deixar seu comentário!
Mas, por favor:
» Seja legal, não escreva em CAIXA ALTA;
» Comente sobre o tema da postagem;
» Ofensas, ameaças e xingamentos não são permitidos.